sábado, 22 de janeiro de 2011

Anjo

Meu anjo noturno
tu me guarda
quando eu durmo
dispensados os coturnos
tua caneta vem me velar

Meu anjo poeta
da metáfora, da meta
tu és a estrela mais certa
que no meu céu veio morar

Te amo.


(Vanessa Kober)


Porque amor não é só amar. É, também, saber deixar alguém te amar.

2 comentários:

  1. Que lindo isso magrão! És uma pessoa de sorte.
    abração

    ResponderExcluir
  2. Somos dois baita sortudos, isso sim, Stanis!
    ;-)
    Bjão!

    ResponderExcluir