quinta-feira, 28 de julho de 2011

Roupa Nova

Ainda hoje, um ano depois
te olho de longe,
pois mesmo de perto,
com o rosto colado
meu amor é um deserto,
horizonte

Meio azul colorado,
sul desnorteando,
meio Cabral no oceano

Meu amor por ti é sinceridade,
respeito, sorriso aberto na dor
pôr do sol nascendo,
tipo: "nada pode ser maior"

Se tiver um parágrafo ou uma linha,
só importa é que tua oração seja a minha

E que meu peito seja sempre a tua flor
onde cada pulsar seja um riso,
onde cada lágrima seja uma alegria

Arritmia de se construir uma casa;
tua asa batendo em sincronia
com a linha

Quadrada mil vezes,
mais um terço
do meu verso.

Te amo.

Um comentário:

  1. Tu é a roupa nova pra qual eu guardei dinheiro a vida toda.
    Te amo!

    ResponderExcluir